Para além das motivações relacionadas a necessidade de estabelecer definitivamente uma plena justiça social, a superação do sistema capitalista deve ser encarada como um objetivo indispensável e emergencial para a subsistência da espécie humana nesse planeta. Confira a seguir 10 razões para desejar e lutar pelo fim do capitalismo.

Aproximadamente 6 milhões de crianças morrem de fome por ano no mundo sob o sistema capitalista

1 – Fome

Quase 1 bilhão de pessoas passam fome no mundo, sendo 18 milhões de mortes diretas em decorrência da fome, dentre as quais, 1 criança a cada 5 segundos, cerca de 6 milhões no total. Desde 1990, o capitalismo matou quase meio bilhão de pessoas de fome, e poderá matar mais 600 milhões até 2050! Por outro lado, a produção global de alimentos é suficiente para alimentar 12 bilhões de pessoas, quase o dobro da população mundial. [1]

2 – Déficit Habitacional

Cerca de 100 milhões de pessoas moram nas ruas em todo o mundo, 1 bilhão moram em favelas (número que pode aumentar para 3 bilhões em 2050). [2] Enquanto isso, em São Paulo, centro do capitalismo brasileiro, a quantidade de prédios vazios supera o déficit habitacional. [3]

3 – Falta de acesso a saneamento básico e água potável

Cerca de 2,5 bilhões de pessoas, 1/3 da população mundial, não tem acesso a saneamento básico e água potável. [4] Doenças causadas pela falta de acesso a água potável matam 1 criança a cada 15 segundos. Cerca de 3,5 milhões de pessoas morrem por ano no total. [5] Desde 1990, o capitalismo assassinou 91 milhões de pessoas em decorrência da falta de acesso a saneamento básico. Com a crise estrutural e a impossibilidade de novos investimentos, poderá matar 119 milhões de pessoas até 2050!

4 – Desigualdade Social

Segundo estudo da Oxfam, 1% da população mundial detém a mesma riqueza que 99%. E as 8 pessoas mais ricas do mundo possuem a mesma riqueza que metade da população mundial. [6] A tendência futura é de crescimento permanente da desigualdade, já que em 2010 a riqueza de metade da população mundial equivalia a dos 388 mais ricos do mundo. Desde então, a fortuna dos 62 mais ricos cresceu 542 bilhões de dólares, enquanto a da metade da população mundial caiu 1 trilhão de dólares. [7]

5 – Falta de acesso à educação

Cerca de 263 milhões de crianças e adolescentes de 6 a 17 anos estão fora da escola em todo o mundo [8], o que significa 1 a cada 5 adolescentes. [9] Entre 2011 e 2013, o número cresceu em 2 milhões, em decorrência da crise estrutural do capitalismo e das guerras civis. Se continuar essa tendência, em 2050 subirá para 300 milhões. Segundo estudo da UNESCO, 24 milhões de crianças no mundo nunca pisarão na escola, dado o baixo nível de investimentos previstos para os próximos anos. [10] Em todo o mundo, 781 milhões de pessoas são analfabetas. [11]

6 – Falta de acesso à saúde

Cerca de 40% da população mundial (quase 3 bilhões de pessoas), sendo 80% nos 44 países mais pobres do mundo, não tem acesso a serviços de saúde, tampouco dinheiro para pagar planos privados. [12] Aproximadamente 35% (2,5 bilhões) não tem acesso sequer a sanitários, e quase 90% das mortes de jovens e crianças por diarreia ao ano, decorrem da ausência de saneamento, água potável e higiene, totalizando mais de 1 milhão e 300 mil. [13] Seguindo esse número anual, o capitalismo matará 44 milhões de crianças de diarreia até 2050.

7 – Genocídio e encarceramento mundial da população pobre e negra

Quase 400 mil pessoas morrem ao ano no mundo por homicídio doloso, com incidência maior nos países menos desenvolvidos. [14] Nos EUA, os negros tem 8 vezes mais chances de serem assassinados do que os brancos. [15] No Brasil, onde a população carcerária aumentou 200% desde o início do século, 61% dos presos são negros, 75% com baixíssima escolaridade, 40% provisórios e 70% por crimes de cunho econômico (tráfico de drogas, roubo e furto). [16]

8 – Crise Ambiental

Em decorrência de necessitar cada vez mais de altos níveis de consumo, sobretudo no atual cenário de crise de superprodução, o capitalismo produziu uma crise ambiental devastadora: o aquecimento global. Apenas a poluição urbana mata 7 milhões de pessoas por ano, totalizando 182 milhões de mortes desde 1990. O degelo, que diminui a espessura do gelo Ártico em 10% a cada década, pode deixar 60 milhões de pessoas submersas nesse século. Segundo o cientista James Lovelock, o capitalismo pode matar mais de 6 bilhões de pessoas até o final do século através do aquecimento global! [17]

9 – Desemprego Tecnológico

Objetivando reduzir custos de produção para aumentar a taxa de lucro, os capitalistas buscam de forma permanente automatizar tarefas e funções. Sob o contexto tecnológico vigente e emergente, as possibilidades de automação são enormes. Segundo estudo da Universidade de Oxford, entre 35% e 85% das profissões tem possibilidades de serem automatizadas nos próximos 20 anos. [18] Evidentemente, robôs não consomem, gerando portanto um cenário de queda do consumo e depressão estrutural da economia capitalista. A tecnologia não é o problema, o capitalismo sim.

10 – Superendividamento Mundial

Para amenizar a insuficiente demanda efetiva sob uma crise de superprodução estrutural, o crédito barato e a aquisição de novos empréstimos tem crescido de forma desordenada na última década, resultando numa dívida mundial impagável, que em 2015 já somava 200 trilhões de dólares [19], 286% do PIB mundial, ou seja, a dívida é duas vezes maior que a produção de riquezas. Considerando a estagnação global da economia capitalista, o desemprego tecnológico em curso e os próprios efeitos do superendividamento, a tendência é de crescimento da dívida mundial, levando a um iminente crash do sistema capitalista.

Referências:

[1] http://blogs.oglobo.globo.com/prosa/post/uma-crianca-que-morre-de-fome-hoje-assassinada-diz-jean-ziegler-503352.html

[2] http://portal.aprendiz.uol.com.br/content/mundo-tem-100-milhoes-de-pessoas-morando-na-rua

[3] https://www.cartacapital.com.br/sociedade/ha-mais-imoveis-vazios-do-que-familias-sem-moradia-em-sao-paulo

[4] https://nacoesunidas.org/25-bilhoes-de-pessoas-nao-tem-acesso-a-saneamento-basico-em-todo-o-mundo-alerta-onu/

[5] http://revistaepoca.globo.com/Saude-e-bem-estar/noticia/2013/03/falta-de-agua-no-mundo-mata-uma-crianca-cada-15-segundos-diz-unicef.html

[6] http://g1.globo.com/economia/noticia/oxfam-critica-concentracao-indecente-de-riqueza-no-mundo.ghtml

[7] http://epocanegocios.globo.com/Economia/noticia/2016/01/fortuna-das-62-pessoas-mais-ricas-no-mundo-equivale-dinheiro-de-metade-da-humanidade.html

[8] https://nacoesunidas.org/estudo-da-unesco-aponta-que-263-milhoes-de-criancas-e-jovens-estao-fora-da-escola/

[9] http://www.todospelaeducacao.org.br/reportagens-tpe/32661/121-milhoes-de-criancas-e-adolescentes-estao-fora-da-escola-no-mundo/

[10] http://g1.globo.com/educacao/noticia/2015/07/24-milhoes-de-criancas-no-mundo-nunca-pisarao-na-escola-diz-unesco.html

[11] https://noticias.uol.com.br/ultimas-noticias/radioonu/2014/09/11/unesco-781-milhoes-de-pessoas-sao-analfabetas.htm

[12] http://saudebusiness.com/noticias/40-da-populacao-mundial-nao-tem-acesso-a-saude/

[13] https://www.unicef.org/brazil/pt/media_16165.html

[14] https://www.cartacapital.com.br/sociedade/violencia-armada-e-desenvolvimento

[15] http://www.revistaforum.com.br/2016/07/11/negros-nos-eua-tem-8-vezes-mais-chances-de-serem-mortos-do-que-brancos/

[16] https://www.cartacapital.com.br/sociedade/mais-de-60-dos-presos-no-brasil-sao-negros

[17] http://coletivolute.org/2017/02/a-crise-ambiental-do-capitalismo.html

[18] http://ofuturodascoisas.com/citi-e-oxford-martin-automacao-colocara-em-risco-ate-85-os-postos-de-trabalho-nos-paises-em-desenvolvimento/

[19] https://www.ecodebate.com.br/2015/03/13/a-divida-de-200-trilhoes-de-dolares-e-a-proxima-crise-financeira-mundial-artigo-de-jose-eustaquio-diniz-alves/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *