Quem somos e o que pretendemos?

Somos o LUTE (Liga Unitária dos Trabalhadores e Estudantes), um movimento independente, sem vínculo partidário, anticapitalista e revolucionário. Acreditamos que o único e possível meio de criarmos uma sociedade com plena justiça social, onde todos consigam ter acesso às necessidades diárias, como alimentação, moradia, educação, saúde, segurança, saneamento básico, etc, num cenário de crise terminal do sistema capitalista, é através da construção de um novo sistema, no qual as riquezas que a classe trabalhadora brasileira produz sejam inteiramente entregues à ela. Isso significa que precisamos de uma radical distribuição de renda. De que forma? Transferindo a propriedade das principais empresas nacionais e internacionais instaladas no Brasil para todo o povo trabalhador, retirando do controle de 1% de grandes empresários ricos, parasitas, corruptos e denunciados na Lava Jato (Eike Batista, JBS Friboi, Odebrecht, OAS, entre diversos outros). Um estudo recente que fizemos mostra que se as grandes empresas fossem de propriedade da classe trabalhadora, o salário mínimo seria 4 mil reais e conseguiríamos gerar 15 milhões de empregos de imediato, resolvendo uma série de problemas sociais. Vivemos num país e num sistema onde os que trabalham não lucram (ao contrário, passam necessidades) e os que lucram não trabalham!

Precisamos de um novo sistema econômico para de fato colocar o povo no poder!

Como nos organizamos?

Não acreditamos no processo eleitoral dentro desse sistema, pois trata-se de uma farsa, um jogo de cartas marcadas, onde os políticos eleitos servem somente a si mesmos e aos grandes empresários. Nos organizamos a partir da construção do poder popular, da criação de núcleos de base onde milhões e milhões de estudantes, trabalhadores e trabalhadoras se organizam, se conscientizam, lutam e se unem para constituir um grande exército popular e revolucionário, objetivando a tomada do governo, das grandes fábricas, terras e empresas das mãos dos parasitas; acreditamos na revolução social!

Apenas através do Poder Popular e Revolucionário chegaremos ao socialismo

O que são os Núcleos de Base?

Os Núcleos de base são locais estratégicos onde o LUTE consegue exercer influência política, programática, cultural, ideológica e econômica. Nesses locais, que podem existir tanto em escolas, como em periferias, fábricas, assentamentos, empresas, bairros e universidades, fazemos ações sociais, formação política, cinedebates, cursos, eventos culturais, abertura de cooperativas e organizamos mobilizações. E desta forma nos aproximamos das massas trabalhadoras e as direcionamos para o seu papel histórico: construir o poder popular, destruir o sistema genocida capitalista e edificar o socialismo.

Os Grupos de Trabalho

A melhor forma de criar um núcleo de base é entrando em contato com os trabalhadores, estudantes ou movimentos sociais e comunitários mais conscientes dos locais estratégicos citados acima ou através da intermediação feita pelos membros do movimento que já façam parte dos locais. Para sistematizar toda a complexidade dos trabalhos realizados pelo núcleo, é necessário um planejamento em torno de Grupos de Trabalho, que representam a organização das tarefas. Abaixo os 12 principais:

1) Grupo de Trabalho de Formação de quadros: formar politicamente as massas através de cursos populares, grupos de estudo e apresentação do programa revolucionário, fazendo nascer novos dirigentes da luta revolucionária.

2) Grupo de Trabalho de Propaganda e Agitação política: panfletagem, discursos e organização de mobilizações, ocupações e protestos com o objetivo de colocar o povo em luta na defesa e exigência de suas demandas e direitos.

3) Grupo de Trabalho de Ações Sociais e Culturais: realização de assistência social, como mutirões de saúde, alfabetização e de serviços em geral, de acordo com as necessidades de cada um, fazendo com que o povo enxergue o movimento como parte de sua família, gerando identificação de classe e acolhimento. Organizar shows, teatros, cineclubes, realizar aulas a partir da Escola do Poder Popular e criar eventos culturais com temática comunitária, anticapitalista e revolucionária.

4) Grupo de Trabalho do Setor Financeiro: para financiar as atividades locais, é fundamental abrir cooperativas, realizar feiras e eventos regulares para comercializar os produtos da economia cooperativa e solidária, discutir permanentemente formas de arrecadar recursos para o movimento e gerenciar as contas do núcleo.

5) Grupo de Trabalho da Comunicação Virtual: em cada núcleo de base é necessário ter uma estrutura de comunicação virtual, de modo que os principais eventos locais sejam divulgados e a realidade do povo evidenciada nas redes sociais (facebook, youtube, site, etc). Mídias comunitárias podem ser criadas.

6) Grupo de Trabalho de Recrutamento e Filiação: recrutar e filiar, através de todo o trabalho de base realizado, os trabalhadores, trabalhadoras e estudantes para o movimento, fortalecendo as bases sociais do poder popular e da revolução.

7) Grupo de Trabalho da Segurança Interna: propor e fiscalizar as regras de segurança interna e da localidade, com o objetivo de garantir a proteção de todos os filiados e da população.

8) Grupo de Trabalho do Setor Jurídico: regularizar cooperativas e empreendimentos econômicos do LUTE e parceiros, oferecer serviços de advocacia aos trabalhadores e proteger juridicamente da repressão e perseguição do Estado burguês e demais inimigos do povo.

9) Grupo de Trabalho dos Movimentos Sociais: buscar parcerias com os movimentos locais, tanto programáticas, quanto operacionais e atuar nos movimentos sociais do LUTE a partir do núcleo, fortalecendo a atuação conjunta.

10) Grupo de Trabalho da Tecnologia da Informação: melhorar e tornar mais segura toda a atuação de base do LUTE, desenvolver tecnologicamente a economia local, melhorar incessantemente a comunicação, propor inovações, projetos relacionados à 4ª Revolução Industrial e realizar cursos na área de TI.

11) Grupo de Trabalho do Design Gráfico: melhorar e avaliar a estética da comunicação e propaganda local, propondo e desenvolvendo novos designs.

12) Grupo de Trabalho da Formação avançada: a partir da formação política anticapitalista, estimular os quadros mais avançados e revoltados do poder popular a fazerem parte do exército do povo, compondo a força  que derrubará o sistema capitalista, o Estado burguês e garantirá a revolução, o poder popular e o novo sistema econômico.

Dessa forma, através de uma acumulação permanente de forças revolucionárias ativas e combativas, a revolução triunfará!

Organize-se no LUTE, faça parte da construção do Poder Popular e da revolução! FILIE-SE!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *